quinta-feira, maio 29, 2008

O Ser da Imagem, por Giorgio Agamben


William Turner, The Angel, Standing in the Sun, 1846, óleo sobre tela, Tate Gallery, Londres

"O ser da imagem é uma geração contínua (semper nova generatur). Ser de geração e não de substância, ela é criada a cada instante de novo, assim como acontece com os anjos que, segundo o Talmud, cantam os louvores de Deus e imediatamente precipitam no nada."
AGAMBEN, Giorgio. Profanações. São Paulo: Boitempo, 2007, p. 52.

Um comentário:

Manuel Pereira dos Santos disse...

Saiu finalmente o "Bartleby ou da contingência" de Agamben em portuguê, mas infelizmente para lá das nossas bandas - na editora Assírio & Alvim de Lisboa. Mesmo assim é de comprar, o volume contém uma série de sua casa.

http://www.assirio.pt/livraria.php?livrariaOrder=sPreco&livrariaDir=DESC&coleccao=6969