quinta-feira, dezembro 17, 2009

Sonho como Criação Dramática

Se o fato de sonhar fosse uma espécie de criação dramática, então aconteceria que o sonho é o mais antigo dos gêneros literários, inclusive anterior à humanidade, porque, como lembra um poeta latino, os animais também sonham. E viria a ser um fato de índole dramática, como uma peça na qual somos o autor, o ator, e também o edifício, o teatro. Ou seja, à noite, todos somos, de alguma maneira, dramaturgos.

Jorge Luis Borges e Osvaldo Ferrari. Sobre os sonhos e outros diálogos. São Paulo, Hedra, 2009.

4 comentários:

Fernando Zanforlin disse...

... aqui escrevemos ao léu, como poeta podemos pensar o que melhor nos convém, todos gatos, a noite são pardos como Demiurgos.
Ƨs.

Antonio Henrique disse...

Olá professora, também sou filosofo, professor de história da arte e escritor de gaveta, escavando a net encontre essa jóia, que é seu blog, eu sempre o sigo. Acho-o com cheiro de vanguarda e gosto revolucionário, onde me deleito às vezes.
Abraço professora.

Aléxia Bretas disse...

Olá, Antônio,

Obrigada pelo comentário e pelos predicados generosos... seja bem-vindo. Sempre!

Abraços,

Aléxia

Marta Regina Domingues disse...

Parabéns pelo Blog, Aléxia. Descobri no meme, indicado pelo me.me/paoletti.
Tudo de muito bom gosto, consistente e prazeroso.
Um abraço, Marta.